Paróquia de São Vicente de Paulo

Quarto Domingo da Páscoa - Ano A - 2017

 

Já estamos no quarto domingo da Páscoa, conhecido pela liturgia da Igreja como domingo do “Bom Pastor”. Jesus ressuscitado manifesta-se nos Pastores da Igreja. No evangelho de hoje (João 10,1-10), Jesus está usando uma imagem comum nos campos da Palestina; usa a metáfora do pequeno proprietário de ovelhas – o Pastor. Esta passagem lembra Ezequiel, 34, e Jeremias, 23, que fala da triste situação do rebanho por culpa dos pastores (responsáveis políticos e religiosos), Deus mesmo em Jesus vai ser o Pastor de seu povo. Quando Jesus declara: “Eu sou o bom Pastor”- recorda o nome com que Deus se deu a conhecer a Moisés na época do Êxodo (EX 3,14). Nesta leitura, Jesus é apresentado como bom Pastor. Esta expressão nos faz surpreender Jesus nos traços mais característicos e profundos de sua personalidade e missão.

 

a) Ele não veio para roubar nem para tomar e sim para dar a vida em abundância.

b) Ele é passagem obrigatória para chegar à salvação.

c) É a porta, ou seja, o sacramento frontal donde provém toda a graça.

d) Ele é a nossa Páscoa (passagem); por Ele é que a nossa resposta sobe ao Pai.

 

Jesus serviu-se da metáfora da Porta pra explicar que tipo de relação desejava estabelecer com seus discípulos. Jesus estabelece um relacionamento cordial e amigo com seus discípulos, Jesus estabelece um relacionamento cordial e amigo com seus discípulos, imitando o pastor que cuidadas ovelhas com carinho e ternura, chamando-os pelo nome, pois sua função é cuidar deles.

 

Com este evangelho aprendemos que precisamos ter em nossa vida o Cristo – Bom Pastor. Ninguém consegue ser feliz neste mundo sem conhecer a fonte inexaurível de nossa Salvação: Nosso Senhor Jesus Cristo.

 

Neste Domingo do Bom Pastor, a Igreja celebra o Dia Mundial de Oração pelas vocações. Neste dia, rezamos pelos pastores que se consagraram a trabalhar pelo Reino de Deus. Lembremo-nos de que o padre não é um anjo e nem um super homem. É um homem vulnerável ao pecado e cheio de fraquezas, embora revestido pela graça de Deus no Sacramento da Ordem. Hoje e sempre ele é chamado a reviver sua vida nos critérios do evangelho. Ele não recebeu nenhuma vacina contra o pecado. Mas, em função de sua missão de animar a fé do povo de Deus, é chamado a testemunhar e a fazer a experiência do Deus vivo e passá-la para a comunidade- igreja.

 

Pe.Raimundo Neto
Pároco de São Vicente

Mensagem

...Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.

Este é o primeiro e grande mandamento.

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo...

Eventos